Tudo sobre Musculação e Suplementos Alimentares
Dicas de Suplementação
Share
Suplemento nutricional é alimento, não é esteroide anabolizante

Por: Prof. Carlos Tomaiolo

 

Os suplementos nutricionais são alimentos, reconhecidos pela Anvisa - Portaria 32 de 13 de janeiro de 1998 -, e confundi-los com esteroides anabolizantes é um grande equívoco, um grave erro.

Os anabolizantes são medicamentos utilizados, geralmente, para correção de problemas relacionados à produção do hormônio masculino testosterona. “O correto é que sejam ministrados com receita médica ao contrário dos suplementos, que são seguros para o consumo livre”.

 

“Logo, uma coisa é suplemento, outra coisa é esteroide anabolizante. São produtos absolutamente diferentes. Um é alimento. E o outro é remédio. É fundamental que a população saiba disso”.

 

O mercado paralelo que distribui esteroide anabolizante camuflado de suplemento é caso de fiscalização, de polícia. ”Cabe a nós profissionais da saúde e promotores do esporte, comunicar e educar, a fim de informar a sociedade de modo transparente as diferenças entre cada produto e que o consumo de suplemento é totalmente seguro.” 

Alimento

Os suplementos nada mais são que produtos com as características nutricionais idênticas a dos alimentos. A diferença, explica Bragança, é que os suplementos são concentrados alimentares comercializados sob a forma de cápsulas, pós, pastilhas, líquidos, granulados, tabletes, entre outros formatos.

“O suplemento diferencia-se do alimento tradicional encontrado na gôndola do supermercado ou na barraca da feira simplesmente pelo formato, não pelo conteúdo.”

Os benefícios ou riscos ligados ao consumo dos suplementos são exatamente iguais à excessiva ou baixa ingestão de qualquer alimento.

“Por exemplo, se você tem uma dieta com muita ou pouca proteína terá problemas, distúrbios fisiológicos, independentemente, se ingeriu cápsulas ou degustou uma suculenta fatia de picanha. O mesmo vale para carboidratos, minerais, vitaminas, entre outros elementos”.

Com o avanço da ciência e tecnologia no segmento, é importante ressaltar que os suplementos disponíveis são capazes de isolar em sua fórmula os nutrientes selecionados. Desta maneira, o suplemento com o princípio ativo de carboidrato só tem carboidrato, diferentemente, por exemplo, de um alimento rico em carboidratos, mas que também tem outras substâncias nutricionais. “Esta característica faz do suplemento um grande aliado dos processos de escolha, construção e monitoramento de uma boa nutrição”.

Quem, quando e por que consumir

Além de ser indicado para atletas e praticantes de atividades físicas como aditivo natural para melhorar performance e encurtar o tempo de recuperação, os suplementos também são recomendados para o dia a dia de qualquer pessoa saudável, que, eventualmente, apresente algum tipo de déficit de nutrientes.

“Nosso cotidiano cada vez mais corrido é um vilão para a alimentação equilibrada, variada e fracionada, que traga todos os nutrientes necessários. Sendo assim, o suplemento existe justamente para ajudar as pessoas a manter, de modo seguro, eficiente e prático, uma dieta correta do ponto de vista nutricional.”

O que diz a Anvisa

Suplementos Vitamínicos e ou de Minerais para fins deste regulamento, doravante denominados simplesmente de "suplementos", são alimentos que servem para complementar com estes nutrientes a dieta diária de uma pessoa saudável, em casos onde sua ingestão, a partir da alimentação, seja insuficiente ou quando a dieta requerer suplementação. Devem conter um mínimo de 25% e no máximo até 100% da Ingestão Diária Recomendada (IDR) de vitaminas e ou minerais, na porção diária indicada pelo fabricante, não podendo substituir os alimentos, nem serem considerados como dieta exclusiva.

Os suplementos estão sujeitos aos mesmos procedimentos administrativos exigidos para o registro de alimentos em geral.

Prof. Carlos Tomaiolo

© 2012 www.dicasdesuplementacao.com.br - Propriedade da Corpo & Vida Suplementos Alimentares e Vitaminas - Desenvolvido por MKTEAM E-commerce Marketing
472264